quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Panorama das mídias sociais no Brasil

Após o aumento da popularidade, entre os próprios consumidores, nos últimos anos, as mídias sociais estão se tornando importantes instrumentos estratégicos para as empresas de todos os portes e setores da economia. Os hábitos dos clientes mudaram quando a internet quebrou a barreira geográfica e trouxe velocidade de acesso às informações, facilitando a pesquisa por empresas e seus produtos na rede e, consequentemente, um possível aumento nas transações comerciais online.

Nesse contexto, as ferramentas que promovem o convívio social e o diálogo online entre os usuários tornam esse novo cliente muito mais exigente na hora de adquirir algum produto.

Nas mídias sociais, a reputação de uma empresa foge ao controle de sua liderança. Por meio dos fóruns de discussão, blogs, sites como Orkut, aplicativos como Twitter e outros canais, a reputação passa a ser definida pelas ações das pessoas, dos clientes e de outros influenciadores online. A figura abaixo demonstra um exemplo dessa perda de controle das empresas sobre o processo de geração e disseminação da informação.


Por se sentir à vontade nesse ambiente virtual, esse neo-cliente deseja fazer o maior número possível de atividades online, desde novas amizades até compras, já que, na rede, a experiência de compra e consumo pode acontecer de forma diferenciada e social. Na internet, outros consumidores podem expressar suas preferências por fornecedores e produtos, o que tende a influenciar o possível comprador na hora de fazer sua escolha. E, mais além, os consumidores chegam a confiar em estranhos virtuais por se identificar com eles, e é essa identidade que define o sucesso das interações que as empresas poderão ter com os seus consumidores ao considerarem as mídias sociais como um pilar estratégico de negócio. Para que exista uma melhor utilização das mídias sociais, as empresas precisam estabelecer porta-vozes para sua marca, que se preocupam em conversar com o mercado e extrair dele valor para seus negócios. As empresas precisam, enfim, “humanizar-se” por meio das mídias sociais.

 O desafio – Complexidade do novo consumidor social
•A internet conecta consumidores e estimula mudanças fundamentais no comportamento do consumidor
•Plataformas sociais criam um novo e complexo paradigma para conectar indivíduos
•Interações entre consumidores e marcas são iniciadas precocemente e nunca acabam
•Relacionamentos sociais com consumidores envolvem mais do que atender à demanda de forma reativa ou confeccionar produtos e serviços customizados

Fonte: Deloitte

6 comentários:

De acordo com o perfil do novo consumidor social, uma boa utilização das ferramentas online chega a ser necessária.

A internet facilita e expande as vantagens

Com as constantes expansões das redes sociais e a diversidade de novos perfis cadastrado, torna-se necessário um estudo para se entender como lidar, entender, vender , promover para esses novos usuários cada vez mais exigentes.

A necessidade de ser cada vez mais transparente com os clientes tem aumentado junto com a expansão da mídia. Pois com clientes mais exigêntes os cuidados no uso da rede social aumenta, pois qualquer falha pode prejudicar todo empreendimento.

Vamos atender as expectativas do novo consumidor social então!