quinta-feira, 25 de agosto de 2011

TV por assinatura cresce 15,6% nos sete primeiros meses do ano


24/08/2011 - 17h10


O número de domicílios que possuem TV por assinatura chegou em julho deste ano a 11,3 milhões. Somente em julho, houve acréscimo de 187,5 mil assinantes de TV por assinatura sobre junho.
Os números foram divulgados nesta quarta-feira pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).
Nos sete primeiros meses de 2011, foram registrados mais de 1,5 milhão de novos assinantes, o que resultou em crescimento de 15,6% quando comparado com o mesmo período do ano passado.
Em julho de 2011, os serviços via satélite cresceram 2,6%, contra uma evolução de 3,7% registrada no mês anterior.
O número dos que recebem os serviços via cabo aumentou quase 0,9% em julho, desempenho superior ao crescimento de 0,8% registrado em junho.
As prestadoras de MMDS, serviço via microondas, perderam 2,2% dos seus assinantes no mesmo período de análise.
REGIÕES
Nos últimos 12 meses, as regiões Norte, com crescimento de 42,4%, Nordeste, registrando aumento de 52,3%, e Centro-Oeste, com 32,8% de evolução, ficaram acima da média nacional (31,3%).
Ao mesmo tempo, Sul, com 23,6%, e Sudeste, com 29,6%, tiveram crescimento abaixo da média do país.

Por fim, os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Amazonas apresentaram desempenho acima. 


fonte: Folha.com

6 comentários:

Fato esse que é diretamente ligado ao fato da propensão a gastar da nova classe C.

As empresas tem criado condições mais acessíveis estimulando mais a contratação.

O aumento da renda da população brasileira juntamente com a necessidade de entretenimento é uma das respostas para esse crescimento de novos assinantes.

Na maioria das casas de pessoas que integram a classe C e D a televisão por assinatura não é mais um bem supérfluo e sim um bem necessário, pelo menos é assim que é tradado por eles.

Não existe uma quantidade grande de concorrentes, com qualidade, e por isso ainda existe um pouco de negligenciamento das operadoras com seus clientes. As televisões por assinatura possuem um número grande de reclamação no Procon.

Isso é um fato de que a economia brasileira está aquecida e em crescente, quanto mais dinheiro o povo brasileiro tem mais eles consomem e com a tecnologia de hoje em dia, eles preferem o conforto de casa e a tranquilidade por isso ou compram eletrodomésticos ou assinam TV por assinatura para terem uma ampla escolha de canal.

A televisão por assinatura oferecem uma grande variedade de canais e estão deixando seus preços cada vez mais acessíveis, mas ainda assim os canais mais vistos as tv's por assinatura são canais da tv aberta.

Não apenas por causa da ascensão de muitos à classe C e da concorrência saudável entre as emissoras, o que induz menores preços, esse crescimento também é influenciado pela necessidade cada vez maior de se dispor de informações variadas.